Brasil registra 3.565 novas conexões de geração distribuída no ano até maio


Capacidade instalada em GD no país totaliza 29,7 MW

De janeiro a maio deste ano, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) registrou 3.565 novas conexões de geração distribuída – quando a energia elétrica é gerada nos centros de consumo, muitas vezes pelo próprio consumidor. O número é cinco vezes superior ao número de conexões instaladas no mesmo período de 2015, quando foram feitas 697 conexões novas. Com as novas instalações, o país já gera de forma distribuída 29,7 megawatts (MW), computa a Aneel.

Entre as energias renováveis mais utilizadas, a solar fotovoltaica é fonte que mais se destaca, com 3.494 conexões, seguida pela energia eólica, com 37 conexões. Em termos de capacidade total instalada, a energia gerada pelo sol também saí na frente com 24,1 MW (mais de 80% do total), seguida pela energia hidráulica, com 2,5 MW. Em terceiro, o biogás soma 1,6 MW instalados.

A grande maioria das conexões de geração distribuída está nas residências. Segundo a Aneel, 79% das conexões de geração distribuída atendem essa classe de consumo. Os comércios são responsáveis por 14% das conexões de GD no país.

Por estado, Minas Gerais reúne o maior número de geradores distribuídos (859); seguido por São Paulo (479); Rio de Janeiro (381); e Rio Grande do Sul (369).

* O conteúdo acima foi reproduzido conforme o original, com informações e opiniões de responsabilidade da fonte citada acima.

Eletricidade solar é com a Solares Energia Fotovoltaica!

#solares #fotovoltaica #energia #eletricidade #setelagoas #solar #aquecimento

Destaques
Notícias Recentes